Siga-nos

Entre em contato +55 11 3197-0320

 

Conheça os maiores erros de gamificação que você pode cometer

LoySci > Gamificação e engajamento  > Conheça os maiores erros de gamificação que você pode cometer
Conheça os maiores erros de gamificação que você pode cometer

Conheça os maiores erros de gamificação que você pode cometer

Estratégias de gamificação, quando bem aplicadas, são uma excelente maneira de engajar os clientes no seu programa de lealdade e também para conquistar novos membros. Mas, quando ocorrem erros de gamificação, as consequências podem ser desastrosas para a saúde financeira da empresa. Quanto mais histórias de sucesso envolvendo a gamificação são compartilhadas, mais as equipes de marketing investem nessa estratégia e, por isso, devem estar atentas aos objetivos do negócio.

 

Para ampliar o engajamento do cliente, a lealdade à marca e as vendas, não basta desenvolver um jogo divertido e atraente. Evitar erros de gamificação, identificando com clareza o objetivo, é fundamental para o sucesso dessas ações.

 

E quais são os principais erros de gamificação?

 

Em primeiro lugar, não investir em mobilidade. Desenvolver um site responsivo é fundamental para o sucesso da ação, já que o perfil de navegação da maioria dos consumidores está migrando de desktops para dispositivos móveis, como smartphones e tablets. Pesquisas indicam que, em 2016, nos Estados Unidos, os programas de lealdade cada vez atraíam mais consumidores, e a maioria citou a oferta de aplicativos móveis como fundamental para esse crescimento.

 

Oferecer um site responsivo, que pode ser aberto em qualquer dispositivo, atende as demandas dos novos consumidores omnichannel, que exigem experiências transparentes em todos os canais e também querem compartilhar seus avanços nas redes sociais.

 

Personalize a sua oferta

 

Outro erro de gamificação que ocorre com frequência é tentar replicar uma estratégia vitoriosa em determinada ação. A ideia de “one-size-fits-all” não vale para esse tipo de campanha. É preciso customizar a oferta e, além de identificar qual o jogo mais adequado para a sua promoção, também é preciso customizá-lo, inserindo logo, objetos que remetam à marca ou slogans, de modo a ampliar o engajamento. O jogo deve estar alinhado ao público alvo e uma promoção de ingressos para um filme com super-heróis, por exemplo, deve ter um enredo baseado nesse contexto.

 

Equipes de marketing devem identificar quais são os principais objetivos e como eles serão alcançados, sejam eles atrair novos membros, obter mais informações sobre os consumidores ou premiar os clientes mais leais. Para cada um desses grupos, existem estratégias e premiações mais adequadas.

 

Não complique a vida

 

Atualmente ninguém quer perder tempo lendo extensos manuais e muito menos participar de promoções com jogos complicados. Não adianta implantar um jogo repleto de etapas e opções, já que o objetivo final do seu cliente certamente é ganhar o prêmio. Jogos muito complicados confundem os jogadores e, consequentemente, falham no quesito engajamento.

 

Jogos no estilo arcade, como os de antigos fliperamas, são os mais indicados para evitar erros de gamificação, já que são divertidos, interativos e fáceis de jogar. Os melhores jogos são aqueles simples e rápidos, onde os participantes podem jogar sem se preocuparem muito com regras.

 

 

Colete e faça bom uso dos dados

 

Claro que um dos objetivos de uma promoção, seja ela gamificada ou não, é coletar informações sobre os clientes. As estratégias de marketing gamificadas se prestam muito bem a esse papel, já que um cliente certamente compartilhará as suas informações pessoais se elas forem necessárias para ganhar um prêmio.

 

Mas as equipes de marketing precisam ser objetivas em relação aos dados que querem apurar e desenvolverem questionários que sejam fáceis e rápidos de responder. Ninguém gosta de gastar 10 minutos respondendo a um questionário para então poder começar a jogar. Limite o tamanho do formulário de inscrição, com apenas duas ou três perguntas.

 

Mesmo com um número limitado de perguntas, os dados coletados e os endereços de e-mail podem ser usados para identificar e acompanhar clientes potenciais, e também aumentar o engajamento de clientes fiéis. Campanhas de e-mail marketing são uma estratégia eficiente para atingir clientes, já que a maioria das pessoas agora confere a sua caixa de entrada várias vezes ao dia nos smartphones.

 

E como garantir uma alta taxa de abertura nessa campanha de e-mail marketing, que também pode ser gamificada? Com uma linha de assunto interessante, segundo um estudo divulgado pela consultoria eMarketer. Após a análise de mais de 7 bilhões de e-mails, os especialistas concluíram que linhas de assunto personalizadas geraram taxas de abertura quase 50% mais altas e cerca de 2,5 vezes mais cliques únicos do que nos e-mails com linhas de assunto sem personalização. Além disso, linhas de assunto com até 20 caracteres aumentaram a taxa de abertura em 31%, principalmente no setor de varejo.

 

Evitando esses erros de gamificação nas suas campanhas, certamente os seus clientes estarão cada vez mais engajados no seu programa de lealdade.